sábado, 30 de novembro de 2013

PESQUISA DATAFOLHA - NEM JOAQUIM BARBOSA SALVA A OPOSIÇÃO - DILMA CRESCE E OPOSIÇÃO ENCOLHE


SOBRE A PESQUISA

A MANCHETE: DILMA CRESCE E OPOSIÇÃO ENCOLHE.

A FRASE: 
 Lula, se fosse candidato, venceria as eleições em todas as simulações.

O FATO: 
Dilma tem 47% das intenções de voto, o que significa um crescimento de 5% em relação à pesquisa anterior.

A QUEDA: 1) 
Aécio Neves, do PSDB, que em outubro tinha 21% agora tem 19% 

                    2) 
 Eduardo Campos, do PSB, que tinha 15% chegou apenas a 11%.

O SUPER-HERÓI: 
Joaquim Barbosa, testado num dos cenários, aparece com 15%, numericamente em segundo lugar. Dilma, com 44%, venceria no primeiro turno. 

Pesquisa é foto do momento, até 2014 pode acontecer de tudo, inclusive a direita radical apelar feio durante a COPA DO MUNDO, mas, num ambiente de normalidade e legalidade, fica difícil de crer que a oposição consiga parar de encolher.

Datafolha aponta Dilma com 47% das intenções de voto
Oposição à presidente encolheu e Aécio agora conta com apenas 19% e Eduardo Campos ficou com 11%
Jornal do Brasil

O último levantamento do Datafolha apurou que a presidente Dilma tem 47% das intenções de voto, o que significa um crescimento de 5% em relação à pesquisa anterior em que ela tinha 42%. A oposição, de acordo com as informações, recuou. Aécio Neves, do PSDB, que em outubro tinha 21% agora tem 19% e Eduardo Campos, do PSB, que tinha 15% chegou apenas a 11%.

O aumento da popularidade de Dilma não teve nenhuma relação com o de eleitores que declararam votar em braço ou anular o voto. O Datafolha apurou que em na pesquisa recente e a que foi feita em outubro, esse percentual permaneceu o mesmo, ficando em 23%. O instituto também pesquisou as intenções de voto em Lula, que não é candidato.

Se as eleições fossem hoje, o ex-presidente teria 56% dos votos ganhando a eleição – assim como Dilma - também no primeiro turno. O Datafolha entrevistou 4.557 pessoas em 194 municípios na quinta e na sexta-feira. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

De acordo com o levantamento feito pelo Datafolha, a presidente só não venceria hoje a eleição no primeiro turno nos cenários em que Marina Silva aparece como candidata. No entanto, como a ex-senadora está se mantendo como vice na chapa de Eduardo Campos, essa simulação,pelo menos por enquanto, não é válida.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, testado num dos cenários, aparece com 15%, numericamente em segundo lugar. Dilma, com 44%, venceria no primeiro turno. Aécio teria 14%. Campos, 9%. Lula, se fosse candidato, venceria as eleições em todas as simulações.

2 comentários:

lucia Ramos Moreira disse...

Dilma cresce pelas suas qualidades ou pela falta de oposição?

Muito provavelmente é a 2a opção. Um governo medíocre que não terminou uma obra sequer e teve escândalos de corrupção no seu ministério, não deveria se reeleger.

O problema é nunca vi governo algum no Brasil deixar de se reeleger, por pior que fosse.

Mas atacar o o JB como garoto propaganda da oposição é muita falta de bom senso e honestidade intelectual, Sr. Bond.

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

Eu não entendi a última parte do seu comentário.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS