quinta-feira, 28 de novembro de 2013

MINISTRO DA JUSTIÇA NÃO SE INTIMIDA COM FACTÓIDE DOS TUCANOS E AVISA: O TEMPO DOS ENGAVETADORES ACABOU


Faz bem e faz certo o Ministro da Justiça em subir o tom, e responder de forma bastante dura ao factóide dos políticos do PSDB, que tentam de forma desesperada barrar as investigações e lançar no descrédito as denúncias referentes a relação bastante próxima entre a SIEMENS e integrantes de vários governos do PSDB de São Paulo, referente ao caso das LICITAÇÕES VICIADAS e PROPINAS para CAIXA 2, nas obras e compra de equipamentos para TRENS e METRÔ.

Cardozo diz que processará pessoas que o ofenderam no caso do Metrô de São Paulo
28/11/2013 - 
Nacional - 
Heloisa Cristaldo - 
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse hoje (28) que processará criminalmente e por danos morais as pessoas que o ofenderam no caso de investigação do Metrô de São Paulo. No entanto, o ministro não especificou os nomes de quem pretende acionar judicialmente. “Todos, sem exceção, os que me chamaram de vigarista, de membro de quadrilha, de sonso, e outras adjetivações 'tão elegantes', serão processados criminalmente”.

“O ministro de Estado da Justiça não pode aceitar ser chamado de 'vigarista' e 'sonso', no sentido de dissimulado. [Não pode] aceitar ser chamado de membro de quadrilha e não reagir, ele não defende seu cargo, porque esse é um cargo de Estado. Acusar um ministro de vigarista é inaceitável e atinge o próprio cargo”, ressaltou, em entrevista coletiva.

Cardozo disse que irá na próxima terça-feira (3) ao Senado Federal e na quarta-feira (4) na Câmara para falar sobre as denúncias de irregularidades em licitações para obras do metrô de São Paulo envolvendo políticos do PSDB.

Ontem (27), o PSDB ingressou com representação contra o ministro na Comissão de Ética Pública. O partido acusa Cardozo de ter usado informações falsas para incriminar adversários do governo e do PT. Durante a entrevista coletiva, o ministro subiu o tom ao reiterar que a polêmica desvia o foco do assunto principal.

“Querem uma cortina de fumaça em relação aos fatos. Parece que se tem perdido um pouco a dimensão de que essa investigação que ocorre relativo às obras do metro não é apenas brasileira, é mundial e está diretamente relacionada ao que ocorre em vários países do mundo. Temos vários países que já investigaram e já puniram o cartel”, disse. “Acho inaceitável, seja que pretexto for, seja para tentar desviar a atenção de uma investigação séria, seja para intimidar, que pessoas atinjam a honra com tão baixo nível”.

Cardozo informou que mais de 30 terabites de informações já foram encaminhados pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ao Ministério Público Federal. O documento contém informações detalhadas sobre as investigações com fotografias, contrato, planilha, tabelas, matérias de jornais que falam de outras operações feitas pela Polícia Federal. “Há muitos fatos narrados, se são procedentes ou não, é isso que vamos investigar”, disse o ministro.

Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil

3 comentários:

José Antônio disse...


"'A tentativa de fazer com que outros pareçam iguais não terá êxito, porque nós não somos iguais. Prezamos e praticamos a ética na vida pública', disparou Aécio, depois de acusar o governo petista de manipular as instituições do Estado para prejudicar os adversários."

Ora, ora... não é nada, não é nada, não é nada mesmo.



BONDeblog S. O. disse...

José, boa madrugada, rs rs...

Para o Aécin, que está putin, com a denúncia contra os tucanos, só existe uma resposta:

PÓ PARÁ ? ou PÓ PARA MINAS GERAIS.

lucia Ramos Moreira disse...

Fora Cardoso!!!!!!!!!!!!

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS