sábado, 12 de outubro de 2013

PESQUISA DATA-FOLHA - MARINA SILVA COLOCA EM PRÁTICA O ABORTO ELEITORAL DE EDUARDO CAMPOS E AÉCIO NEVES

Eduardo Campos e Aécio Neves queriam Marina Silva na disputa para que com ela, aumentassem as chances de um segundo turno nas eleições presidenciais de 2014. Marina entrou na disputa de uma forma que acabou não sendo nada boa para os dois candidatos. Ao se filiar ao PSB diante da incompetência para viabilizar seu partido REDE, Marina Silva tirou espaço de Aécio, ressuscitou Serra, e abortou qualquer decolagem da candidatura de Eduardo Campos. A "DOCE e FRÁGIL" Marina Silva ainda, detonou os partidos de direita, jogou os RURALISTAS em ALTO-MAR, desdenhou do PPS e ainda por cima desmantelou o PSB e suas alianças. 

A recente pesquisa mostra bem que, Dilma Rousseff continua com as maiores chances de vencer, e que se a oposição não acertar o seu passo, isso pode acontecer logo no primeiro turno.

No caso de Aécio Neves e Eduardo Campos deixarem o caminho livre para José Serra e Marina Silva, aí a disputa fica mais acirrada. Resta saber se os dois vão abrir mão de seus projetos pessoais, em prol de uma aliança de oposição, de caráter bastante instável e de resultados duvidosos. Fica caracterizado ainda que, transferência de votos é coisa muito difícil, além do que, brasileiro vota prioritariamente em NOMES e não em PARTIDOS ou pseudo-alianças programáticas.

Datafolha: com Campos e Aécio, Dilma venceria eleição no 1º turno

Pesquisa aponta 2º turno no caso de Marina Silva ou José Serra concorrerem

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que a presidente Dilma Rousseff seria reeleita no primeiro turno se disputasse a eleição contra Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). A presidente teria 42% das intenções de voto, contra 21% de Aécio e 15% de Campos. Votos em branco, nulo ou nenhum registram 16%. Outros 7% não saberiam em quem vão votar. 

O levantamento testou quatro cenários para a eleição presidencial, alternando os nomes de Campos e Marina Silva, pelo PSB, e os de Aécio e José Serra, pelo PSDB. Nas outras três combinações, Dilma não alcançaria índice suficiente para garantir vitória no primeiro turno. Na simulação mais apertada, a petista tem 37% das intenções de voto, Marina chegaria aos 28%, e Serra, 20%.

Nas hipóteses de segundo turno, Dilma venceria qualquer um dos possíveis candidatos, de acordo com a pesquisa. A margem mais folgada seria numa eventual disputa contra Eduardo Campos (54% a 28%) e a mais apertada, contra Marina Silva (47% a 41%). Contra Aécio Neves, Dilma venceria por 54% a 31% e contra José Serra, por 51% a 33%.

O Datafolha fez 2.517 entrevistas em 154 municípios. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou para menos. O instituto aponta ainda que nos recortes por idade, renda e escolaridade, Marina vence Dilma entre os mais jovens - de 16 a 24 anos -, os que têm ensino superior e os que têm renda acima de cinco salários mínimos.

2 comentários:

José Antônio disse...

Bond,

Achei muito curiosa a participação dos eleitores que preferem a Marina.

Onde ela se sai melhor é com a parcela que recebe mais de 10 salários mínimos.

Tenho a impressão que isso é uma fragilidade da Marina. Pois, na minha opinião, esses eleitores ainda não a conhecem bem

À medida em que a Marina for ganhando os holofotes, e começar a desfiar suas crenças políticas, esses eleitores perceberão que eles e a Marina jogam em times opostos.

Portanto, ainda há muita água para passar por debaixo da ponte.

O que é certo é que veremos em breve, nas rinhas tucanas, brigas mortais entre dois tucanos que se detestam.

O vencedor dessa briga, certamente vai sair depenado e bem mal na foto.

Já o perdedor, fará tudo para atrapalhar seu adversário. Novos dossiês são esperados, de parte a parte. E, para variar, vão jogar a culpa no PT. História velha a qual ninguém mais dá credibilidade.

No campo "socialista", Eduardo Campos, embora ainda muito pouco conhecido, também tem seu melhor desempenho na categoria com mais de 10 salários mínimos.

Apesar do jogo estar ainda muito confuso, enquanto de fato não forem decididas as candidaturas, vejo muitas dificuldades em juntar uma fauna tão diferente em uma frente anti-Dilma.

Marina, MST, UDR, Ronaldo Caiado, Kátia Abreu, Eduardo Campos, José Serra, Aécio Neves, Bolsonaro, Malafaia, Gabeira, FHC, Merval, Cantanhede, Míriam Leitão, Noblat, RA, Augusto Nunes, Globo, Veja, Folha, Estadão, Instituto Milenium, etc., não vão conseguir conviver durante um ano inteiro juntos.

Ponham todos esses juntos, dentro de uma casa, tipo BBB, e teremos o programa mais emocionante da série.

Provavelmente assistiremos, ainda em vida, uma remake do big-bang.

José Antônio disse...

Saindo do tópico, Bond...

Seleção da Austrália perde mais uma vez por 6 x 0. Desta vez contra a França.

E dizer que esta é uma das seleções que já garantiu vaga para 2014.

Imaginem na Copa.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS