sexta-feira, 25 de outubro de 2013

MORRE O MAIS FAMOSO "PAPAGAIO DE PIRATA" DO BRASIL - JAIMINHO


Em 1989, no enterro da atriz Dina Sfat, tropeçou a caiu dentro da cova levando junto o futuro governador Marcello Alencar.

Dificilmente vai existir no Brasil alguém que tenha comparecido a tantos enterros, especialmente de personalidades do mundo das ARTES, ESPORTES e da POLÍTICA. Jaiminho, como era conhecido pelos outros "PAPAGAIOS", era o terror dos repórteres das TVs. Onde acontecia uma "tragédia" no Rio de Janeiro, Jaiminho corria para o local e se posiciona sempre atrás dos repórteres. Com a chegada do telefone celular, Jaiminho fazia pose de que estava falando com alguém, enquanto repórteres tentavam se desvencilhar da "SOMBRA DO PAPAGAIO". Tinha uma virtude, não fazia gestos, não atrapalhava.

Conta a LENDA, que Jaiminho pegou na ALÇA do caixão de Getúlio Vargas, e que não foram poucas as vezes em que caiu dentro de covas durante sepultamentos.

Acompanhado de poucos amigos e familiares, Jaiminho foi hoje ao seu próprio e último enterro. Curiosamente, como mostra a matéria de O Dia, precisou ser enterrado duas vezes.

Jaiminho, um dos personagens mais curiosos do Rio, é enterrado
Mais famoso papagaio de pirata do Brasil é sepultado duas vezes
CAIO BARBOSA

Rio - O Rio de Janeiro se despediu nesta sexta-feira de um de seus personagens mais curiosos: Jaime Dias Sabino, o Jaiminho, de 84 anos e que ficou conhecido como o maior papagaio de pirata do Brasil. Somente a enterros, de famosos e anônimos, ele foi a 1.153, de Getúlio Vargas a Oscar Niemeyer. E em todos apareceu em reportagens de TV.

Jaiminho participou, nesta sexta-feira, de seu último funeral: o dele próprio. E que era aguardado com ansiedade, segundo parentes e amigos. Tanto que só dormia de terno e gravata (tinha cerca de 200) para não dar trabalho aos coveiros caso morresse subitamente. Mas não foi o que aconteceu. O papagaio, como se apresentava, estava internado havia 45 dias e morreu devido a complicações sofridas após um infarto.

Ao lado do corpo, amigos inseparáveis que o acompanhavam em todos os funerais há mais de uma década. Luciano, Nil, Edson e Oséas estavam tristes. Jaiminho era o grande ídolo do quarteto. "Ele era o presidente do nosso sindicato. O Sindicato Clandestino dos Papagaios de Pirata", contou Nil Ramos Soares, 68 anos, seu sucessor na hierarquia da confraria fictícia.

Nenhum comentário:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS