domingo, 27 de outubro de 2013

COLUNISTA DA VEJA PODE SER CONTAMINADO PELO COMUNISMO DA FOLHA - MUDA O CHIQUEIRO MAS NÃO O FARELO DOS PORCOS

A MÍDIA GOLPISTA COMO ELA É: MENTIROSA - MANIPULADORA - CORRUPTA. E SEM VERGONHA DE SER ASSIM !

A decadência da Revista Veja / Editora Abril, está fazendo com que colunistas e articulistas que lá trabalham, comecem movimento em busca de emprego em outros veículos do mesmo 'naipe'. Desde que a quadrilha de CACHOEIRA e seus ARAPONGAS foi DESBARATADA, que a Revisteca amarga perda de espaço no cenário das notícias caluniosas e/ou sensacionalistas. Veja não tem tido escândalos para noticiar, e nem tem mais quem os fabrique/FORJE, para depois trocar por espaço em suas páginas. A Editora ABRIL está definhando.




Assim, depois que um de seus jornalistas/colunistas foi "empregado" na TV CULTURA controlada pelo governo TUCANO de São Paulo, está sendo anunciado com estardalhaço, que um OUTRO  colunista de lá (da VEJA) vai para um jornal que transita no mesmo mundo DA REVISTECA, ou seja, notícias distorcidas, manipuladas, direcionadas e partidarizadas, onde a informação é apresentada ao leitor, ao sabor dos interesses nem sempre os mais recomendáveis. 

Nem a Veja ou a Folha tem qualquer compromisso com a isenção e com a verdade, e são, junto com a REDE GLOBO, Estadão e suas publicações, o quarteto que mais envergonha a imprensa brasileira.

Ao ler o artigo de Paulo Nogueira (reproduzido abaixo) causou-me espanto e risos, o comentário de um certo leitor do referido colunista que vai para a Folha. O cidadão, que só confia na VEJA, demonstra sua preocupação com o fato de que a Folha é, ou foi, 'meio comunista'. E eu aqui pensando que esses caras que escrevem na Veja e Folha é que são "loucos". Na verdade, quem os lê, é que é 'DOIDO DE PEDRA'.


Paulo Nogueira: um novo slogan para a Folha de S.Paulo


São reveladoras do “pluralismo” da Folha as novas aquisições anunciadas pelo jornal para sua cobertura de política. São elas: Reinaldo Azevedo, Demétrio Magnolli e Ricardo Melo. Os três terão uma coluna semanal na Folha.

Faça uma conta simples. É um pluralismo em que dois terços são de direita e um de centro. Reinaldo Azevedo é de extrema direita, Magnolli é de direita e para dourar Melo a Folha, em seu anúncio, buscou no passado remoto a informação de que ele foi da Libelu.

Já sugeri uma vez, e sugiro de novo: a Folha poderia trocar seu slogan em nome da verdade. Sai “um jornal a serviço do Brasil” e entra “um jornal a serviço de si mesmo e seus amigos”.

Entre os amigos figura a Globo. Algum tempo atrás, diante do escândalo documentado da sonegação bilionária da Globo na compra dos direitos da Copa de 2002, perguntei pelo Facebook ao editor executivo da Folha, Sérgio Dávila, se aquilo não era notícia.

A Folha não tinha dado nada. Ponderei a Dávila que o UOL, da própria Folha, tinha dado uma matéria na qual a Globo admitia sua encrenca com a Receita Federal e reconhecia haver recebido uma multa.

Dávila ficou tocado com meu argumento, imagino. No dia seguinte, ou um depois, apareceu no site da Folha uma matéria (raquítica) sobre o caso. Em outros países, seria manchete: a Globo não apenas sonegou como trapaceou ao, contabilmente, dizer que estava fazendo um investimento no exterior, e não comprando os direitos da Copa.

Mas pelo menos a informação veio. Em meu inexpugnável otimismo, imaginei que seria o início de uma investigação profunda de um assunto de colossal interesse público pelo “jornal a serviço do Brasil”.

Foi o triunfo da esperança. Não saiu mais nada. Repito: nada. Novos vazamentos mostraram que a Globo, ao contrário do que afirmara em nota, não pagou multa nenhuma. Na internet, onde se pratica o verdadeiro jornalismo livre no Brasil, se propagou uma conclamação bem-humorada à Globo: “Mostra o Darf”.

Não mostrou.

Bem, passados alguns dias, voltei a falar com Dávila. Ele tergiversou. E sumiu. Se conheço a vida nas redações, ele pediu a matéria no calor de nossa conversa e, depois, recebeu um calaboca da família Frias, sócia da Globo no Valor.

Se conheço os barões, um telefonema partido do Jardim Botânico para a Barão de Limeira resolveu e encerrou a questão. Não bastasse a solidariedade fraternal de classe, alguém do Jardim Botânico poderia ter lembrado ao interlocutor na Barão de Limeira que ninguém ali tem exatamente um comportamento de freira no quesito pagamento de impostos devidos.

Esta é a nossa brava “mídia livre”. Que em dez anos de PT não tenha sido feito nada para moralizar – esta a palavra melhor: moralizar – a mídia mostra quanto o partido tem sido tímido, medroso até, para enfrentar privilégios do chamado 1%. (A senhora Kirchner é bem mais combativa.)

Há um território enorme, decisivo vital na grande mídia vedado a quem não seja acionista. Reinaldo Azevedo disse que o combinado é que ele poderá escrever sobre o que queira na Folha, mas quem acredita nisso acredita em tudo, para usar a máxima de Wellington.

Nada ilustra melhor este movimento da Folha do que o comentário postado no blog de Azevedo por um leitor. Transcrevo tal como está escrito: “Única mídia que confio e sigo é VEJA ABRIL! A folha em um tempo atrás era ligado com grupos Comunistas! Espero que não seja uma armadilha Reinaldo! Cuidado!”

Nelson Rodrigues certa vez escreveu que mídia obtusa e leitores obtusos se justificam e mutuamente se absolvem.

Pois é.

9 comentários:

lucia Ramos Moreira disse...

PETISTAS À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS

Reinaldo Azevedo, o blogueiro mais lido do Brasil, milhões de acessos todos os dias, o articulista político mais compartilhado, uma celebridade das redes sociais e do jornalismo, foi convidado a escrever TAMBÉM na Folha de São Paulo. Ele não vai deixar a VEJA, nem a famosa revista da Ed. Abril vai deixar de existir (o dia em que isso acontecer todas as outras fecham também).

O escarcéu que se formou nas fileiras petistas é a prova da importância de RA, afinal não se atiram pedras em árvores que não dão frutos. A raiva, o desespero e o destempero dos blogs sujos e da mídia petista se justificam: é na escuridão da ignorância que as maracutaias dos "cumpanheiros" se formam, e o RA é a luz contra tudo isso.

A verdade, nua e crua, é que TODOS os veículos de imprensa do país gostariam de ter o RA em suas fileiras, até o jornaleco falido do JB, com exceção da mídia chapa-branca, aquela que não precisa de Ibope porque sobrevive com as verbas das estatais e dos governos.

Assim, RA passa a servir a 2 órgãos de imprensa simultâneamente, ampliando a influência de suas idéias, que desagradam aos petistas. Eu mesma não concordo com tudo que o RA escreve, nem ele é meu guru como gostam de dizer meus detratores, mas reconheço nele uma capacidade intelectual ímpar e necessária nessa época de pasteurização do discurso ufanista do PT.

Siga adiante Tio Rei, o Brasil precisa de inteligência!

H.P. disse...

Comentário longo, mas interessante.

Esses chamam, matéria abaixo, de "FUNDAMENTALISTAS", dentre outros tantos nomes, àqueles que DEFENDEM A VIDA E A EXISTÊNCIA DE TODOS OS SERES VIVENTES.
A sociedade se movimenta e PARA MELHOR, defendendo a vida e não o lucro dos labortórios, com muitas mortes/torturas mentirosas e inúteis!

SOBRE reinaldo azevedo e outros trambiques. E AS REAÇÕES CONTRA.

Suzana Singer, ombudsman da Folha:

“Na semana em que o assunto foram os simpáticos beagles, a Folha anunciou a contratação de um rottweiler. O feroz Reinaldo Azevedo estreou disparando contra os que protestam nas ruas, contra PT/PSDB/PSOL, o Facebook, o ministro Luiz Fux e sobrou ainda para os defensores dos animais...”.

“...Trata-se de uma pessoa que dissemina o ódio e não contribui com opiniões construtivas...”.

................................

Continua lá na Folha:

".....Uma manifestação de cerca de 30 estudantes interrompeu ontem duas mesas na Flica (Festa Literária Internacional de Cachoeira), na Bahia.
O protesto pedia o cancelamento de debates com o sociólogo Demétrio Magnoli e o filósofo Luiz Felipe Pondé, colunistas da Folha.
A organização da Flica cancelou as mesas para garantir a segurança dos convidados. A mesa “Donos da Terra? – Os Neoíndios, Velhos Bons Selvagens”, da qual participavam Magnoli e a historiadora Maria Hilda Baqueiro Paraíso, foi interrompida 20 minutos após o início do debate, que havia começado às 10h (no horário da Bahia, que não adere ao horário de verão).

Segundo Emanuel Mirdad, um dos organizadores da Flica, os alunos, que estavam sentados assistindo ao debate, gritaram palavras de ordem contra Magnoli, a quem chamaram de racista. O protesto seguiu com alunos se despindo. Outros estudantes jogaram uma cabeça de porco no palco. “Eu sou um antirracista e é por isso que sou contra as cotas. Os grupos, a fim de não discutir argumentos sobre cotas, preferem lançar impropérios. Eles não se limitam a fazer isso. Eles depredam o debate”, afirma Magnoli.

A organização do festival deslocou seguranças para proteger Magnoli, que se recusou a deixar o palco. Para encerrar a manifestação, os alunos exigiram o cancelamento da mesa em que Pondé participaria, às 20h (hora local) e a divulgação de um manifesto. Com a participação de Pondé e do sociólogo francês Jean-Claude Kaufmann, a mesa, de nome “As Imposições do Amor ao Indivíduo”, discutiria o tema do amor. A organização do festival permitiu que os estudantes lessem a nota no palco. O evento decidiu cancelar também a mesa com Pondé, que ocorreria à noite....".

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

Sua defesa apaixonada do sujeito em questão e das MÍDIAS que lhes dão abrigo, reforçam a tese de que AQUI se pratica a DEMOCRACIA da informação.

Inegável que o 'sujeito em questão' tem importância. Não, ele não é alguém que se possa dizer sem importância. Como pode ser sem importância alguém que representa o atraso, o preconceito, a censura, a agressividade e a intolerância ?

Por acaso Hitler (guardadas as devidas proporções) foi "sem importância ?

Por acaso são sem importância os fungos e parasitas que disseminam doenças ?

Ser sem importância é uma coisa, ser maléfico, nocivo, ditator, mesquinho e inútil é outra.

lucia Ramos Moreira disse...

Sr. Bond,
Ainda não consigo entender que democracia é essa que o senhor tanto fala que não permite a um jornalista, consagrado, ser contratado por um .......jornal?

Como o senhor pode criticar a censura quando o senhor mesmo censura a ida de um profissional de imprensa para um órgão de imprensa?

Como o senhor pode criticar um suposto ditador se o senhor sempre defendeu gente como Hugo Chaves, defende Evo morales e os irmãos Castro?

Como o senhor pode criticar a mesquinharia quando defende a absolvição dos réus do mensalão, em benefício dos vícios de um partido, contra os interesses de uma nação inteira?

Como o senhor pode criticar uma suposta nocividade de um jornalista que exerce um papel democrático de apontar os erros e os trambiques de um partido que está no poder?

A grande verdade, sr. Bond, e não me leve a mal, o seu blog, e tantos outros simpatizantes do PT, fazem a mesma coisa que o RA faz, mas no RA isso é malefício, nocividade, ditatorialismo e mesquinharia, já nos senhores é "virtude".

Os senhores podem disseminar aos quatro ventos os vícios do PT como se fossem o resultado de uma causa nobre, já os RAs da vida não podem denunciar a farsa.

E o senhor ainda me vem falar em "democracia e liberdade de expressão". É disso que os RAs da imprensa se alimentam todos os dias, e acabam engordando......

H.P. disse...

Voltando ao nosso comentário anterior e, para aqueles DIREITAS que nos chamam de FUNDAMENTALISTAS, que não temos "argumentos" como, se a defesa da vida, além de milhares de outros argumentos, já não fosse argumento suficiente, uma péssima noticia para voces.

Falta pouco para que se consiga. Mas é a prova que a Pátria de voces, os USA dos laboratórios, defendidos por voces, os assassinatos/torturas, também nos "animais", são as mesma.(Lá no Estadão)

"....Em 1º de janeiro de 2014 os cavalos que há décadas arrastam turistas por Manhattan serão oficialmente aposentados.

Os cocheiros deverão ser reaproveitados no comando de pequenos veículos de tração elétrica, e os cavalos, alforriados de acidentes, atropelamentos fatais, maus-tratos e matadouros a serviço da indústria alimentícia, recolhidos a um santuário equestre. Era uma antiga reivindicação dos nova-iorquinos que se preocupam com a exploração desumana de animais...".

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

Quem sou eu para permitir ou não permitir que esse ou aquele jornalista vá ou deixe de ir para esse ou aquele jornal.

O que posso fazer é o que faço, ser crítico das opiniões e posições que um ou outro jornalista assume, nesse ou naquele jornal.



José Antônio disse...

"PETISTAS À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS"

D. Lucia, a senhora tem razão.

Hoje, sonhei que havia um milhão de comunistas debaixo da minha cama. Liguei, imediatamente, para o Reinaldo Azevedo e eles desapareceram em um piscar de olhos.

No lugar dos comunistas apareceram um milhão de fascistas.

Que pesadelo!!! Ainda bem que acordei logo.

Mas tem gente que ainda continua na primeira fase deste pesadelo.

Acham que existem um milhão de comunistas prestes a atacá-los em cada esquina, buscando sua alimentação preferida: tenras criancinhas para serem devoradas durante o café da manhã.

Tomara que acordem logo, D. Lucia.

lucia Ramos Moreira disse...

Sr. José Antônio,
Só peço uma coisa ao senhor:

DIGA COISA COM COISA!

José Antônio disse...

D. Lucia,

Apenas contei meu pesadelo.

Pesadelos, em geral, são muito confusos e não dizem coisa com coisa.

Mas, aceito combinar com a senhora um pacto.

A Senhora acorda e deixa de falar suas coisas sem nexo e eu prometo não contar mais meus pesadelos.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS